Escobar Franelas

Sobre o Livro: Um morador apaixonado

Escobar Franelas pergunta aos leitores, já na apresentação de seu livro: “Por que escrever a história de um bairro?… Por que falar de Itaquera?”, e, sem demora, responde sua indagação com informações, descobertas, sentimentos e vivências.

Para além das importantes questões históricas levantadas em sua pesquisa, Franelas deixa claro que encontra em Itaquera mais que inspiração. Faz parte das calçadas, das padarias, dos festejos, valoriza suas manifestações culturais, vê poesia na feira, ouve cantorias nas conversas de esquina, passa e leva consigo o ritmo do botequim. O bairro onde nasceu e vive até hoje ganha uma descrição que dá conta de como era, bem antes de ser escolhido para sediar a abertura da Copa do Mundo no Brasil, momento exato em que o autor finaliza a narrativa.

O escritor relata um pouco sobre a história da cidade de São Paulo e a construção da identidade deste bairro da zona leste, seus moradores, a formação do comércio e da cultura local. Akira Yamasaki, parceiro em diversas investidas culturais, assina o prefácio deste que é o terceiro livro na trajetória do autor e define: ”… essencial e revelador beabá para a compreensão, não só do bairro, mas de toda zonalesteénóis.

Sobre o Autor: Escobar Franelas se define como educador e artista. Conheceu a vida como menino de periferia e trouxe as experiências de uma infância pobre para a defesa de uma cena cultural dinâmica e participativa. Nela desenvolve um papel ativo, onde ajuda a pensar a viabilização de projetos culturais e divide seu tempo entre oficinas de vídeo e literatura, produções audiovisuais, como também aulas de História e Sociologia. Mas é provavelmente na escrita que deposita sua esperança. Faz sentido na história de vida de quem conta que aprendeu a ler antes de ser alfabetizado e é autor de artigos, poemas, crônicas e contos.

“Formei-me poeta antes de ser gente

Franelas começa sua trajetória literária em 1998, com o lançamento de hardrockcorenroll, coletânea de poemas escritos desde a juventude. Seu segundo livro, Antes de Evanescer, foi lançado em 2011. Um romance em cuja trama o autor combina a individualidade do personagem principal com atentados criminosos inspirados em fatos reais acontecidos na cidade de São Paulo. Sua recente criação literária vem desta relação com a cena paulistana, onde, a partir de um olhar amoroso, conta a história do bairro onde nasceu, cresceu e vive até hoje. Sua obra começa questionando: “Por que escrever a história de um bairro?”.

 botao-voltar