Fabiani Taylor

FABIANI TAYLOR

Fabiani Taylor é uma autora que revela sua conexão com as letras através de uma escrita poética e encantadora. Escritora residente da cidade de Piúma, Espírito Santo, apaixonada desde sempre pela literatura, a filha de pescador que descascava camarões ainda criança para comprar seus primeiros livros, hoje é Mestranda em Letras pela Universidade Federal do Espírito Santo e Membro da Academia de Letras e Artes de Goiás Velho.

Fabiana já foi premiada em primeiro lugar em concursos como: a lll Feira Literária Capixaba 2016; Concurso Crônicas, Contos e Poesias da Academia de Letras do Vale do Taquari 2015; Concurso Annette de Castro Mattos 2013 da Academia Feminina Espírito-santense de Letras. Também recebeu o Diploma Honra ao Mérito Cultural Cora Coralina e a Medalha Rubem Braga.

——————
Sobre a Obra:

HIERÓGLIFOS

A poeta Fabiani Taylor realiza, em seus Hieróglifos, um tipo de poesia concreta que se destaca, principalmente, pela possibilidade do leitor interagir com a obra de forma livre. É um livro feito para novos leitores, com uma leveza de forma que atrairá principalmente o público infanto-juvenil para o terreno da poesia.

‘Hieróglifos’ é uma saborosa experiência literária, que faz da forma do poema o suporte para seu conteúdo e sua leitura. A abordagem visual da criação, destinada ao jovem leitor, trilha caminhos inéditos ao introduzir o elemento poético em um contexto contemporâneo e universal, enraizado na exploração da imagem e da ilustração.

——

O BADALADOR DE SINOS E OUTRAS CRÔNICAS

“O Badalador de Sinos e Outras Crônicas” é uma obra fruto da síntese das muitas crônicas da coluna ‘Literatuando’ da autora Fabiani Taylor. As crônicas revelam uma leitora amante da literatura e dos escritores, capaz de colocar suas impressões de mundo em forma de arranjos de cenas cotidianas.

Fabiani Taylor mostra o olhar sensível com a infância, o cheirinho da comida e a ternura familiar, a comunidade de pescadores, o despertar dos sentimentos, a importância do mar e seu trabalho na coleta de búzios, e a vontade de liberdade. Lembranças simples recontadas com maestria e que tem tanto a dizer e emocionar.