Rodrigo Prado Santiago

Sobre o Autor: RODRIGO PRADO SANTIAGO é um poeta mineiro de Belo Horizonte, médico por formação e especializado em Medicina Legal e Perícias Médicas. O autor, que já tem dois livros lançados e prepara-se para sua publicação com a Editora Kazuá, vive no Acre desde 2000, ano em que serviu o Exército como oficial.

Rodrigo é um escritor fascinado em desvendar o ritual de seu próprio processo criativo. Em seu trabalho, desmistifica o senso comum e transcende a obrigação do poeta por uma linearidade rígida e de mão única. Liberto de lógicas pré-determinadas e absolutas, realiza uma verdadeira alquimia com as palavras, fundindo todos os seus elementos.

Sobre sua motivação maior na vida, o escritor comenta: “Apresento-me primeiro como poeta, depois como médico. Médico é apenas modo de sobreviver, a fim de tornar possível viver a poesia – que é a própria vida! Assim, sobrevivo no mundo que chamam e creem ser o real, e vivo no mundo que chamam e creem ser o ficcional. ”

Sobre as obras:

LEELA: LOGOS-LEGO-LÍNGUA: Obcecado em decodificar o rito do processo criativo, inclusive o próprio – intrinsecamente metalinguístico – o autor desmistifica o senso comum, desafiando-o contra a existência de uma linearidade cartesiana de mão única e rigidamente definida no caminho multifacetado da composição literária.

Algaravia Garatuja: Será possível unir em uma comunhão com caráter atemporal os dois sentidos da poesia? E, talvez, essa interrogação possa ser respondida com serenidade pelos leitores de Algaravia Garatuja, de Rodrigo Santiago. O poeta-médico – como outros poetas brasileiros do início do Século XX. – residente do Acre, demonstra um domínio do estro criador raro para os nossos bardos atuais.