Tuca Rosa

Sobre o autor: Amante da poesia desde criança, Tuca Rosa abriu as gavetas, arrecadou os cadernos de escritos que guarda desde a infância e selecionou uma primeira leva de textos, que compõe seu primeiro livro de poemas. Segundo o compositor Flávio Oliveira, que assina a apresentação de A Espiral, Tuca Rosa mostra sua força poética em linguagem sutil e delicada, revelada na contramão das modas. Por tabela, “faz com que mergulhemos em nossas perplexidades, ao mesmo tempo em que nos joga para fora, fazendo com que nos defrontemos com a realidade complexa de um mundo de fissuras e incompletudes”. O livro foi estruturado em sete partes, em uma organização que faz sentido para a autora, mas que talvez não tenha lógica nenhuma para o leitor. “Essa é a melhor parte. Não sei o que estou dizendo para o leitor nos poemas, pois ele tem a leitura dele”, avalia a escritora. Em relação aos temas, há o tempo, a passagem de tudo, a efemeridade – vida e morte, afinal.

botao-voltar