KAZUÁ APRESENTA: ‘Liberdade’, de Bruno Mendonça

20/09/2017

Sobre a obra: Em Liberdade transitam personagens aprisionados nas malhas justas de circunstâncias individuais. O autor, com este título, nos propõe uma charada que ele mesmo se recusa a desvendar. Somos de fato livres? A pergunta, tantas vezes formulada, parece constituir o cerne deste romance inquietante.

A obra é o diário de um mundo esquecido e só lembrado como apêndice de um tecido social proibido para os pobres. Um adolescente jurado de morte retorna a seu bairro após anos de internação socioeducativa. Uma mãe sonha com a regeneração do filho. Um universitário luta para transcender as condições do seu meio social. Um professor encontra-se na encruzilhada de suas reflexões com a realidade de existências paralelas e distantes da sua. Uma garota tenta escapar da vingança que a ameaça por um deslize do passado. E tudo isto se passa no centro do país, num lugar sem nome e, no entanto, tão familiar a todos nós.