Confira como foi o lançamento do livro “Ensaio sobre o ceticismo”, de Leo Durval

11/07/2017

No último domingo (9), o autor Leo Durval apresentou seu livro “Ensaio sobre o Ceticismo”, no Centro Cultural dos Correios de Recife, a partir das 14h.

 

O evento de lançamento contou com outras atividades durante todo o dia. O escritor José Saramago, que é fonte de grande influência para Leo Durval, teve sua vida e obra analisada a partir da exibição do filme “José e Pilar”, de Miguel Gonçalves Mendes, abrindo os trabalhos no Centro Cultural.

A partir das 15h40, rolou uma roda de conversa com o público, com a participação dos jornalistas Cristiano Jeronimo e Cássio CavalcantiAlexandre Santos (presidente da União Brasileira de Escritores); o professor Samuel Lira (presidente da Academia Camarajibense de Letras) e Leo Durval.

Para fechar as atividades, o Coral Veneza se reuniu para uma apresentação, seguida de coquetel com o autor e os demais convidados.

 

O livro já está a venda na loja virtual da Kazuá!

“Ensaio sobre o Ceticismo” é um livro escrito em tom biográfico, que envolve o leitor na experiência do ceticismo amargo de Leo Durval e na relação com seus temores, suas incredulidades e suas certezas. Longe de se prender apenas à experiência do autor, a obra apresenta também o olhar do entorno, das dores alheias. Durval vai edificando essa complexa busca num tom lírico e filosófico.

Duas perguntas são fundamentais nesta obra: para que estamos aqui? E qual o significado da vida?

 

Sobre o autor: Nascido em Recife em 1980, Leo Durval é poeta, romancista, cordelista e artista plástico. Sócio da União Brasileira de Escritores – Secção Pernambuco, membro da Academia Camarajibense de Letras e da Academia Pernambucana de Literatura de Cordel. Autor dos livros: “Epístola de um Pensador” (2009), “A Joia de Ana” (2013) e “A Onça Alada” (teatro 2016), este último inspirado no Movimento Armorial, cujo objetivo seria criar uma arte erudita a partir de elementos da cultura popular do Nordeste Brasileiro.